Por que é necessário capacitar e desenvolver os profissionais de uma empresa?

images (10)

Profissionais de diversas áreas, principalmente os profissionais de RH, irão concordar que está cada vez mais difícil encontrar profissionais altamente capacitados para as mais variadas funções inclusive para as atividades exercidas pelos profissionais de marketing e de comunicação corporativa.

O Brasil é um país que cresce economicamente, uma nova classe social surgiu com mais poder de compra, porém a educação formal não tem acompanhado este crescimento. Existem muitas deficiências na formação de profissionais para tornarem-se qualificados, tanto no que se refere a competências técnicas quanto em competências comportamentais.

A escola brasileira (da educação básica até o ensino superior) não tem construído metodologias para formar profissionais capacitados. Existe uma maior valorização da área de exatas (matemática, física, química entre outras), entretanto as ciências sociais, a área de humanas ainda é pouco valorizada e disseminada. Por exemplo, questões comportamentais começaram a ser vistas nas escolas de ensino fundamental e médio a partir do século 21 e ainda são raras as abordagens em muitas delas. Nas universidades, esse tema ainda encontra-se restrito aos cursos de psicologia e pedagogia.

Devido a esta realidade no Brasil, muitas empresas começaram a desenvolver um papel social de oferecer conhecimento aos seus colaboradores através do treinamento e corporativo.

Existem diversas maneiras de desenvolver um colaborador. Para os jovens profissionais existem os programas de estágio, trainee e o jovem aprendiz. Colaboradores de diversos níveis hierárquicos e de idade conseguem aprender através oficinas de trabalho, comunidades de prática e job rotation, que consiste na atuação em diversas funções para ampliar a visão sistêmica da empresa.

Muitas empresas contratam empresas de treinamento, professores e palestrantes para promoverem cursos e treinamentos por meio da exposição de temas centrais, debates, estudos de casos, dramatização e workshops.

O que os profissionais pensam sobre treinamento e desenvolvimento corporativo?

Segundo pesquisa da AfferoLab, 56,1% dos profissionais de diversas áreas acreditam que treinamento e desenvolvimento é importante em uma empresa, já para os profissionais de RH, o nível de importância é de 73%.

O fato interessante é que mesmo a maioria dos profissionais que acreditam na importância do treinamento corporativo, apenas 18,7% está satisfeito com as iniciativas das empresas que trabalham.

Esse dado se confirma com uma pesquisa realizada pela FCMMendes, no início deste ano, profissionais de diversos segmentos e áreas de atuação avaliaram os programas de educação corporativa como ruim, 26%, regular, 21% e apenas 15% avaliaram como excelente.

Outra informação importante é que 23% desses profissionais acredita que o investimento em educação corporativa serve para desenvolver o colaborador e 22% acredita que o investimento é para melhorar a produtividade.

Todos esses dados mostram o quanto o desenvolvimento dos funcionários é um fator importante para uma empresa. Existem alguns exemplos de empresas bem sucedidas em programas de educação corporativa, como a multinacional GE que trouxe este ano para o Brasil, a sua Universidade Corporativa que formou e desenvolveu todos os 12 presidentes que atuaram na multinacional.

A importância de desenvolver os profissionais

Se profissionais e empresas já conhecem a importância de desenvolver seus colaboradores, então por que os treinamentos são mal avaliados pelos profissionais que recebem essa inciativa?

Nos anos 50, o treinamento estava voltado para competências técnicas como aprender datilografia e como vender mais um determinado produto, sendo considerado pouco relevante. Infelizmente, muitas empresas trazem essa cultura de que o treinamento serve apenas para aprimorar competências técnicas. Outras acreditam que o treinamento é uma função apenas do RH para aperfeiçoar competências comportamentais de equipes ou de executivos com comportamentos inadequados na organização.

Oferecer cursos para competências técnicas ou apenas para competências comportamentais é um erro que se comete. O treinamento eficaz precisa realizar um mapeamento das necessidades da organização com as necessidades e habilidades dos seus funcionários.

O T&D (treinamento e desenvolvimento) evolui com o tempo e hoje está integrado com as outras áreas e não é apenas responsabilidade do RH, o treinamento para ser eficaz precisa ser coerente com a estratégia da organização.

É necessário que o treinamento e todos os programas de educação corporativa sejam realistas, práticos, e concentrem-se na missão e visão da organização, pois caso não siga essa direção o treinamento torna-se apenas um custo que não traz resultado algum.

Os profissionais das áreas de comunicação e marketing que estão ligados às áreas estratégicas da empresa, precisam cada vez mais se capacitar e se desenvolver e para isso precisam ter consciência do que deveria acontecer e do que acontece de fato dentro da organização.

A cultura organizacional e a estratégia são os nortes para o planejamento de um treinamento eficiente que tem como objetivo a adequação das reais competências dos colaboradores às competências exigidas por suas funções.

A comunicação e o marketing buscam uma visão abrangente do mercado, dos clientes e dos concorrentes.

Desenvolver e capacitar profissionais que trabalham nesta área significa que a organização está buscando uma vantagem competitiva que tenha como resultado algo produtivo e duradouro.

Diretores e presidentes não precisam temer em desenvolver seus colaboradores e eles irem embora, pois a capacitação traz vantagens práticas e rápidas para uma empresa, manter um funcionário sem competências essenciais traz prejuízos tanto financeiro quanto em termos de imagem e de reputação.

Em uma era onde os produtos e serviços viraram commodities e tem muitos concorrentes, como que empresas podem ganhar mercado e vantagem competitiva?

Por meio do desenvolvimento do capital intelectual, das pessoas que constroem seus produtos/serviços e consequentemente a marca da empresa.

Profissionais de comunicação e marketing são pontos chaves na construção da marca, se forem desenvolvidos conseguirão aplicar o conhecimento adquirido na solução de problemas e na busca por inovação, portanto a empresa conquistará uma competência extremamente necessária em um mercado inconstante e com muitos concorrentes preparados.

Artigo publicado no portal Mundo do Marketing em Agosto de 2014:

http://www.mundodomarketing.com.br/artigos/flavia-mendes/31451/por-que-e-necessario-capacitar-profissionais-de-marketing-html.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s