Estou em um conflito profissional! E agora?

Você já pensou como o processo de comunicação pode influenciar as crises pessoais e profissionais?

download

Um dos grandes apresentadores da televisão brasileira, nos anos 80, dizia: “Quem não se comunica, se trumbica”.  Mas será que isso é verdade? Todas as vezes que nos comunicamos estamos alcançando nossos objetivos, ou apenas repassando uma mensagem que ninguém entende?

Nem sempre o simples fato de se comunicar leva a um bom resultado.  Sabe por quê? A comunicação tem quatro forças básicas: atração, engajamento, retenção e repulsa.

A verdade é que ao se comunicar nós queremos sempre atrair as pessoas para nosso ponto vista, nossa opinião, engajá-las em fazer as atitudes que acreditamos ser as melhores e mantê-las do nosso lado sempre, mas o que acontece muitas vezes é que a nossa comunicação gera muito mais repulsa e afastamento do que aproximação.

O tom de voz que você utiliza, a escolha das palavras, o local para se comunicar, o objetivo da mensagem tudo isso influencia tanto positivamente (quando você sabe usar), quanto negativamente (quando você não tem claro qual é seu objetivo).

A comunicação pode mudar tudo

Certa vez, uma amiga me contou, que as pessoas a achavam muito grossa. Ela tinha um tom de voz bem mais grave e rouco o que, realmente, dava a impressão que ela podia estar gritando e sendo grosseira. Quando ela percebeu isso, começou a colocar a palavra “Anjo” para chamar as pessoas. Por exemplo: “Anjo, por favor me empresta a caneta”. Pode parecer simples, mas esta pequena mudança, essa forma mais carinhosa de chamar seus colegas de trabalho fez com que eles tivessem um outra visão sobre ela, e assim, conseguiu ser mais respeitada e gerar menos conflitos profissionais.

Sim, realmente, estamos na “Era da Comunicação e da Informação”, todos nós queremos e precisamos nos comunicar constantemente, mas o excesso de comunicação pode nos prejudicar porque não paramos para pensar no que está sendo comunicado apenas que precisamos responder aos estímulos externos.

Quando o conflito surge

Todos os dias temos muitos desafios profissionais, e muitos deles estão ligados à conflitos dentro do ambiente de trabalho. Muitos desses conflitos surgem porque os profissionais não utilizam a comunicação de uma forma coerente.

Você sabia que podemos gerar muitos conflitos quando temos a necessidade imensa de falar, mas as pessoas que estão recebendo a mensagem, não estão interessadas no que estamos falando?

E por que, as pessoas não se interessam pelo que falamos? Porque elas não criam um vínculo com a nossa necessidade, e elas não criam um vínculo porque não soubemos expressar o que realmente estamos desejando. Queremos falar, mas na verdade, não sabemos o que falar.

Como sair dessa situação?

Bom, temos dois caminhos a seguir e a investir para nos comunicarmos melhor:

  1. O autoconhecimento: que é nossa capacidade de percepção interna, de entender nossos acertos e nossas falhas.
  2. Conhecer muito bem quem vai receber nossas mensagens: construir a comunicação por meio da empatia, do olhar o outro pelo olhar do outro

As mais variadas técnicas de autoconhecimento nos ajudam a entender o que no momento nos parece obscuro e não tem solução. A solução, deve ser buscada primeiro em nós, depois na relação com o outro.

Depois que conseguimos nos entender, teremos muito mais capacidade para entender o outro e as suas necessidades não explícitas. E a partir deste momento, a sua comunicação interpessoal pode mudar e mudar para a melhor.

Quando sua comunicação muda, você perceberá que está não está mais dentro de conflitos, não está gerando conflitos ou fugindo deles, a sua percepção em relação ao ambiente profissional se expande.

Uma dica para hoje: comece a olhar mais para quem você se comunica, escute mais, bem mais, antes de falar alguma coisa!

Boa semana e boa leitura 😊

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.